WELCOME

Este Blog é uma oportunidade de trocar experiências com aquelas que já passaram, estão passando ou ainda passarão por pequenas grandes alegrias, surpresas e aventuras do dia a dia de ser mãe, mamãe, mamãezinha. Sejam todas muito bem vindas!

domingo, 16 de outubro de 2011

TIRANDO A FRALDA!!!!

Oi pessoal,

Vou falar sobre um assunto que deixa muitas famílias de cabelo em pé: TIRAR A FRALDA DA CRIANÇA!!!


Muitas mães têm dúvidas sobre quando começar o treinamento para a retirada da fralda ou como fazê-lo. Eu sei disso porque algumas amigas estão nesta fase e me perguntam como eu consegui tirar a fralda da Lívia tão facilmente. Não foi fácil, não! Exigiu muuuuuuuita paciência e tempo disponível.

Minha mãe sempre diz que eu deixei de usar fraldas antes da minha irmã nascer. E nós temos 1 ano e 3 meses de diferença. Meu Deus, ela foi vitoriosa ou eu, uma super-adiantada!!! Em geral, os especialistas concordam que o melhor período para o treinamento de largar a fralda é entre 2 e 3 anos. Antes disso, a criança pode não estar preparada motora ou emocionalmente. Depois dos 3 anos, pode ser muito mais dificil fazer com que a criança mude o hábito de fazer xixi e cocô sem avisar. O pediatra da Lívia, na época, disse que a partir dos 18 meses, a criança já tem controle do esfíncter uretal, ou seja, ela já consegue "segurar" o xixi e o cocô.

Me lembro que foi mais ou menos nesse período que comecei a treinar a retirada da fralda da Lívia. Exatamente: TREINAR! Tudo é uma questão de treino. Bem Behaviorista! Bem estímulo-resposta, reforço positivo e negativo. Como eu agradeço ter estudado Skinner! Dá muito certo com crianças pequenas!

Mas, voltando ao assunto, os médicos dizem que cada criança tem seu tempo e é preciso paciência porque idas e vindas - avanços e regressos são normais. Haja paciência! Me lembro que a família inteira ficou envolvida no processo... e quando finalmente conseguimos, o Lucca nasceu e a Lívia, com 2 anos e 1 mês, regrediu, voltando a fazer xixi na calça... Haja paciêêêêêência!


Então, como foi que eu fiz com ela?



Comecei pelo penico rosa. No começo ela não gostava muito, mas acabou se adaptando e, teve uma época que só queria usa-lo. Mas o penico deve ficar sempre no BANHEIRO e não pra lá e pra cá como já vi até em uma escola... É aí que mora o primeiro probleminha: Não é em todos os lugares que tínhamos o troninho e a baixinha só aceitava se fosse para usá-lo... compramos, então, um redutor de assento. Um para nossa casa, outra para a casa da avó. Quando estávamos em um lugar que não tinha nenhum dos dois, alguém a segurava (e segura até hoje!). Mas, pelo menos, ela começou a aceitar fazer xixi no banheiro.


Já tinha lido e conversado com o pediatra que a criança tende a ter vontade de xixi a cada 2 horas. Então, a cada 1 hora e meia, lá estava eu perguntando pra ela: "Lívia, quer fazer xixi?", "Lívia, quer fazer cocô?" Isso mesmo: a cada 1 hora e meia, o dia todo! Segundo probleminha: nem sempre a criança vai dizer que quer ir ao banheiro. Tem que leva-la mesmo assim! Se ela não fizer nada depois de algum tempo, coloque a roupa e tente de novo depois de uns 10 minutos. Mas, atenção: as vezes, não dá tempo. Ela diz que não quer, você coloca a roupa, vira as costas e pronto: xixi no chão! PACIÊNCIA!!!!!!!


Ah, em tempo, a partir do momento em que você começa o treinamento, deixe a criança sem fralda o dia todo. Tem gente que diz para não colocar nem pra sair, nem pra dormir. Mas vamos com calma! No começo, eu colocava para sair e dormir. Depois tirei a fralda noturna e, por último, tirei a fralda quando saíamos. Mas dizia para ela, "Lívia, mamãe vai colocar a fralda porque não sabemos se vamos achar um banheiro, tá!" Com o tempo, a fralda começou a sair de casa e voltar sequinha. Já estava na hora de tirar a fralda das saídas também. Por último, foi a fralda das viagens. Como viajamos sempre e demoramos cerca de 2 horas para chegar, eu colocava a fralda no começo. Já não é mais necessária esta também há cerca de 5 meses (hoje ela está com 2 anos e 8 meses).


Então, a cada ida bem sucedida ao banheiro, eu ou quem a levasse, sempre a elogiava. Skinner, mais uma vez! O elogio é suuuuper importante nessa hora. E também o lúdico! A cada ida ao banheiro, a gente conversava com o xixi ou cocô e falava tchau, no momento da descarga. A baixinha adorava!!!! Depois, inventei uma musiquinha. Vou colocar a letra aqui e depois eu filmo a Lívia cantando pra vocês saberem o ritmo,



"COCOZINHO, COCOZÃO

XIXIZINHO, XIXIZÃO

VAI SAINDO DE MONTÃO

FAZ BARULHINHO

E BARULHÃO,

XXXXXXXXXXXXXXXXXXX"


Pode parecer maluco, mas deu super certo!


Sobre a fralda noturna: muitos pais têm receio de tira-la, por medo de a criança molhar a cama. Com a Lívia, foi meio que automático. Ela pediu. Era verão e estava muito calor. Ela acordava no meio da noite pedindo para fazer xixi. Eu nunca a acordei! - esperava que ela pedisse. Uma bela noite, ela acordou, foi ao banheiro e não quis mais colocar a fralda. Depois disso, nunca mais! Tudo bem que rolaram alguns xixis na cama depois disso, mas poucos.

E foi tudo mais ou menos ao mesmo tempo - tirada da fralda diurna e noturna. De uma vez só.

Foi meio dramático esse processo, mas relativamente rápido! Me lembro que estava gravidíssima do Lucca e passava o dia todo colocando e tirando Lívia do vaso sanitário. Por 1 semana! A cada 1 hora e meia! O dia todo! Mas foi só uma semana. Depois disso, ela aprendeu a pedir. Depois de muita insitência, treino e paciência.


É isso!

Num próximo post, vou escrever algumas dicas sobre o tirar a fralda.

Enquanto isso, visitem http://www.crescer.com.br/



Beijocas!

Nenhum comentário: