WELCOME

Este Blog é uma oportunidade de trocar experiências com aquelas que já passaram, estão passando ou ainda passarão por pequenas grandes alegrias, surpresas e aventuras do dia a dia de ser mãe, mamãe, mamãezinha. Sejam todas muito bem vindas!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

COISAS DE NATAL - PARTE II O SUSTO

Oi pessoal,



Continuando a falar das peripécias de meus baixinhos no Natal, não posso me esquecer do susto que Lucca nos deu!

No meio de todos aqueles brinquedos e embrulhos e saquinhos plásticos e fitas espalhados no chão da sala da Vovó Vera... Eis que Lucca encontra algum pedacinho super interessante e saboroso e o coloca na boca.

Mastigou (e na fúria de abrir presentes, ninguém viu...) e tentou engolir... mas não conseguiu.

Alguma coisa ficou parada na garganta dele.

Ele tossiu, ficou vermelho, saiu lágrima dos olhos, perdeu o ar...

E todos ficaram apavorados...

Que sufoco!

Que susto!

E como fomos visitar Dra. Patrícia esta semana, aproveitei para perguntar para ela como proceder em caso de engasgo. Ela falou para chamar o SAMU ou os Bombeiris e fazer o seguinte:


Bebês com menos de 1 ano
Deite o bebê de bruços em seu antebraço, apoiando o tórax e a cabeça do bebê em sua mão, mantendo-a mais baixa que o corpo. Com a palma da outra mão, dê várias pancadinhas firmes em suas costas. Seja extremamente cuidadosa ao tentar remover qualquer coisa da boca de um bebê para não empurrá-la ainda mais para dentro da garganta. Só coloque o dedo em sua boca se estiver vendo o objeto.
Crianças de 1 a 8 anos
Peça para a criança tossir para remover o corpo estranho. Se não adiantar, sente-se e deite a criança de bruços em seu colo. Usando a palma da mão, dê pancadas secas em suas costas, na área entre as clavículas. Cuidado para não usar força demais, cada palmada deve ser dada com energia suficiente para remover a obstrução das vias aéreas.
Crianças com mais de 9 anos
Coloque seus braços ao redor da criança em pé, de costas para você, pressionando sua mão fechada contra a cintura dela. Com a outra mão, empurre com força sua mão fechada para dentro e para cima do tórax. A força do puxão deve partir de seus cotovelos. Dessa maneira você estará comprimindo a parte de cima do abdômen contra a parte de baixo dos pulmões para expulsar o ar restante que existe dentro deles, forçando a saída do objeto obstrutor. Verifique a boca da criança e, se o objeto for expelido, remova-o.

Nenhum comentário: